sexta-feira, 17 de julho de 2009

UM CLÁSSICO CENTENÁRIO

GRENAL é fantástico, é único, é centenário. Um dos maiores espetáculos da terra em azul, preto, branco e vermelho. Um jogo capaz de botar em lados opostos pai e filho, marido e mulher, amigos de coração. São noventa minutos que fazem todo bom gaúcho largar sua família, seu trabalho, sua vida para se dedicar a esta paixão.

O maior clássico do Brasil, segundo pesquisas feitas por veículos do centro do País. Graças a Deus ele é daqui. É nosso. É do Rio Grande.



100
ANOS

Somente quem vivencia o GRENAL por algum dos dois lados pode descrever o que significa estar no Olímpico, no Beira-Rio, ou em qualquer outro estádio do mundo. Só quem é azul, ou vermelho, sabe o que é acordar no domingo e se preparar para a “peleia”, no bom sentido, é claro. Quem nasceu no solo gaúcho sabe o que eu quero dizer:

“É tensão, sofrimento, suor, gozação e alegrias. Não para todos juntos, mas a metade do Estado, com certeza.”

Quem não lembra do André Catimba marcando, tentando a cambalhota e se estatelando no chão? Era 1977, o Grêmio encerrava um jejum de oito anos sem conquistas no Gauchão. Quem não lembra do Fabiano marcando um dos 5 gols colorados no famoso GRENAL dos 5 x 2 e imitando um coelho bizarro na comemoração? Cenas hilárias do nosso maior espetáculo esportivo.

Quem não lembra do chapéu de Ronaldinho no Dunga? Da janelinha do mesmo Ronaldo em Ânderson? Quem não lembra dos gols de Índio, zagueiro dos GRENAIS? Lembranças para refrescar a memória de quem diz que GRENAL é só porrada.

Quem não lembra de Falcão, Iura, Caçapava, Portaluppi, Christian, Jorge Veras, Nilson, Danrlei, Taffarel, Fernandão, Paulo Nunes, Maurício, Zinho, Tinga, Luís Mário, Espinosa, Ênio Andrade, Felipão, Abel Braga, Tite lá e Tite cá, Autuori lá e Autuori cá.

Assim é o GRENAL. Assim foram 100 anos de GRENAL. Assim serão mais 200 anos de GRENAL. Dentro de campo, com a bola rolando, o torcedor vibrando e só. Sem ódio, sem brigas, sem picuinhas. Na esportividade, permitindo-se àquele que ganha, zoar daquele que perde na segunda-feira.

A Máquina do Cafezinho estará no Olímpico com certeza, e isto é gratificante. Poderemos vivenciar como jornalistas o embate centenário de duas instituições que movem multidões.

Para nós não interessa quem vai vencer e sim uma bela festa, dentro e fora do campo.
MAXI LÓPES E NILMAR -ESPERANÇAS DE GOLS NO GRENAL
GRENAL É POP. GRENAL SEM VIOLÊNCIA É ROCK

9 comentários:

Emilio disse...

po texto muito massa parabens pra pop rock

grenal é pop, grenal com paz e rock ;D

Joao Luís disse...

Ramiro,
Leia este texto:
http://impedimento.wordpress.com/2009/07/17/historia-universal-da-angustia/

Contrata essa gente antes que alguém pegue!!!!! Ou, ao menos bota alí no SITES BACANAS.

Mariani 100% OFICIAL disse...

mariani de alvorada
gremio 3x2inter
1 maxi lopes
1 souza
1 nilmar
1 andrezinho

sports disse...

inter 2 x 1 gremio
gols,nilmar,indio inter ,maxi lopes gremio

dessinh@ disse...

minha amiga fala sempre que..........Onde e quando há maquina do cafezinho há grenal, quer queira quer não.
e neste vai dar empate 1x1 nilmar e maxi lopes
e é nóis e não os homi
vanessa sousa dos santos
porto alegre

Anônimo disse...

GRÊMIO 1X2 INTERNACIONAL
Maxi Lopes(G)
Nilmar e Taison(I)

Aline Casiraghi Oliveira
Porto Alegre

Rafael disse...

vamuu Interrr
pooo ta muito legallll pop rock isso sim é ver o jogo no jeito mais Rock
parabenss

Juliana disse...

MAZÁÁÁÁ...DÁLE GREMIO...AGORA SIM! O MEU FILHO TÁ FACEIRO AQUI...OUVIR O GRENAL É POP !!! CONQUISTAR O FILHO COM O GRÊMIO PELA MÁQUINA DO CAFEZINHO É ROCK...MAIS FUTEBOL...DE QUALIDADE!!!
Um abração pros guris e pra Sabrina da Máquina..
Juliana e Pedro Proença

Rafael disse...

Não importa se é oriental mas que torça pro Internacional o meu problema é sexo algemas e cinta-liga heheh
2 a 1 pro interrr
pop rock é demaisssssssssssssss

Rafael Ereno